Buscar
  • Rapha Vicente

Divertidamente e as emoções.

Atividade de filosofia para crianças

Objetivo

Propiciar o autoconhecimento e uma reflexão sobre as emoções a partir do desenho divertidamente

Sugestão

Faça a atividade com algum adulto ou responsável.

Vamos começar?

Prepare a pipoca e um suco bem gelado, porque a sua atividade será assistir ao desenho divertidamente, isso mesmo, assistir ao desenho e em seguida, pensar sobre as emoções em diferentes situações do cotidiano.


1 - Converse com alguém (pai, mãe ou adulto responsável) sobre o que achou do desenho.


- O que achou da história?

- Quais foram os seus personagens favoritos?

- O que te deixa mais feliz? O que te deixa mais triste?

- O que você faz quando fica com raiva?

- Descreva outras emoções que você conhece.

2 - Ficar em casa o tempo todo por causa da pandemia é muito chato né? Como você está enfrentando o isolamento social e o que tem feito para se divertir?

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Para refletir.

"Eu sou eu e minha circunstância, se não salvo a ela, não me salvo a mim" (José Ortega y Gasset).

3 - A primeira parte dessa frase, "Eu sou eu e minha circunstância", significa que o homem é indissociável do seu meio, ou seja, aquilo que acontece ao nosso redor nos influencia constantemente, em nossas emoções, modos de pensar, agir etc. Dito de outro modo, o "eu" é inseparável de sua realidade. A segunda parte da frase, "se não salvo a ela, não me salvo a mim", exprime a idéia de que o homem que "quiser salvar-se, deverá também salvar sua própria circunstância", isso é, a realidade à sua volta.

- O que você acha disso? Concorda com esse pensador? O que você mudaria na sua realidade para se sentir mais feliz? O que é possível ser feito?

4 - Ao longo da história, vimos que tudo o que aconteceu com a personagem estava relacionado com diversas mudanças que ocorreram em sua vida. E você? Como se sente com as mudanças? Escreva aqui seus sentimentos, se possível, de exemplos do cotidiano.

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


5 - A personagem principal (Riley), possui dentro de si cinco ilhas, são elas: Ilha da bobeira, da amizade, do hóquei, da honestidade e da família. E você? Quais são as suas ilhas? Seu porto seguro? Tem alguma que seja mais importante? Faça um desenho bem legal de suas ilhas.

6 - Na sua opinião, qual é a importância de chorar e expressar a tristeza? Com quem você conversa quando está pra baixo?

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Reflita


7 - Qual é o seu maior medo?

Você acha que sentir medo é uma coisa negativa? O que aconteceria com as pessoas se elas não sentissem medo? Pergunte para todas as pessoas da sua casa o que mais deixa elas preocupadas.


8 - Quais são as coisas mais nojentas que existem? Aquelas que você quer distância.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________


Agora que você já pensou nisso tudo, que tal fazer uma coisa que te deixe bastante feliz?

Autor: Leandro Raphael

Professor e orientador filosófico



25 visualizações